Arquivo do mês: agosto 2008

There is indeed reason to question the theoretical paradigm of a subject-object dialectic, whether Hegelian or Lacanian, that subtends both the aesthetic and the scientific discourses of Western culture; for what that paradigm contains, what those discourses rest on, is the unacknowledged assumption of sexual difference: that the human subject, Man, is the male. As in the originary distinction of classical myth reaching us through the Platonic tradition, human creation and all that is human– mind, spirit, history language, art, or symbolic capacity– is defined in the contradistinction to formless chaos, phusis or nature, to something that is female, matrix and matter; and on this primary binary opposition, all the others are modeled.

-Teresa de Lauretis

Pop Feminist

Anúncios

1 comentário

Arquivado em 1

1 comentário

Arquivado em 1

o machismo, internet afora:

“As meninas de prata estão de parabéns. Mas aqui vão dez propostas para um upgrade do futebol feminino:

1. Se a jogada estiver muito difícil, pode pegar a bola com a mão.

2. Encurtar o campo em 50% da sua extensão.

3. Paredinhas ao longo da lateral para evitar que a bola saia toda hora.

4. Dez passes certos valem um gol. (…)”

ao que me lembro, o futebol feminino ficou com prata, enquanto que o masculino ficou com bronze. é triste ver isso no blog do guilherme fiuza, que pareceu um cara razoável na flip.

3 Comentários

Arquivado em araticum

It’s a depressing habit you have of loving to sneeze and of eating apples as if they were juicier for you and being the first one to exclaim how good the movie is. You depress people. We like apples too.

— Leonard Cohen, Beautiful Losers

5 Comentários

Arquivado em 1

minha vez

ouvi hoje no rádio: “o problema dos moradores de rua é que eles não têm auto-estima”.

claro.

7 Comentários

Arquivado em 1

sei lá, mil coisas

1 comentário

Arquivado em 1

2 Comentários

Arquivado em 1